PT EN
ESTÁDIO MUNICIPAL
RELVADOS APOIO
COMPLEXO DE PISCINAS
POLIDESPORTIVO
GIMNODESPORTIVO
PARQUE DESPORTIVO
SALAS INDOOR
PAVILHÃO MULTIUSOS
LABORATÓRIO
ALOJAMENTO
ALIMENTAÇÃO
GINÁSIO
HEALTH CLUB
FISIOTERAPIA
AUDITÓRIO
OUTROS SERVIÇOS
ESTÁGIOS DE FUTEBOL
ESTÁGIOS DE DESPORTO ADAPTADO
ESTÁGIOS DE TRIATLO
ESTÁGIOS DE NATAÇăO
OUTROS ESTÁGIOS
ATIVIDADE MUNICIPAL

  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
  • Desmor promoveu projeto Salvar Vidas
|


[2012-11-20]

/ DESMOR PROMOVEU PROJETO SALVAR VIDAS



O Projeto Salvar Vidas esteve no Pavilhão Multiusos, no dia 17 de novembro, com duas sessões de formação em Suporte Básico de Vida. Participaram 31 pessoas, numa iniciativa que em Rio Maior foi promovida pela Desmor EEM, numa parceria com o Conselho Português de Ressuscitação (CPR). Estiveram presentes 4 formadoras e a coordenadora do programa. Cada uma das pessoas que participou na formação vai receber um certificado.

Lançado pelo CPR, o Projeto Salvar Vidas tem como objetivo levar à sociedade civil o conhecimento e as boas práticas sobre reanimação, nomeadamente, no que respeita aos elos 1 e 2 da cadeia de sobrevivência (1 – acesso precoce ao Sistema Integrado de Emergência Médica, ligando 112; 2 – Início precoce de Suporte Básico de Vida).

A morte súbita de causa cardíaca é frequente em Portugal e acontece nos locais e nos momentos mais inesperados. Por outro lado, a cultura de emergência médica, nomeadamente ao nível do suporte básico de vida, é incipiente. Existe a ideia generalizada de que as práticas de emergência médica respeitam apenas à classe médica e paramédica, estando o cidadão comum excluído das mesmas. A cadeia de sobrevivência não é do conhecimento generalizado da população.

Consciente destes factos, o Conselho Português de Ressuscitação, uma entidade sem fins lucrativos que tem como missão a promoção das boas práticas relacionadas com a reanimação e o desenvolvimento da consciência social e cívica, que permita consolidar a cadeia de sobrevivência, lança agora esta iniciativa, um desafio a nível nacional para criar um sentimento generalizado, uma consciência cívica em torno deste problema.

AGENDA


DSTQQSS
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Tel: +351 243 999 700
Email: geral@desmor.pt
Copyright © 2015 DESMOR Desenvolvimento e Design: iconO2